Calos e calosidades

     São lesões provocadas por uma pressão ou atrito sobre um ponto da pele que leva ao espessamento da camada da pele, que se acumula na intenção de proteger a região secionada.         


    Existem vários tipos que variam de tamanho, localização,consistência e forma.


    As calosidade ou hiperqueratóses diferem dos calos por serem mais extensas. Tipos de calos:


 Calo duro muito freqüente no dorso dos dedos devido a deformações como dedo em martelo ou em garra, uso de calçado apertado de salto alto e bico fino. Em alguns casos também surgem em áreas de maior atrito como na polpa digital.


 Calo interdigital forma-se nos espaços interdigitais, ocasionado pelo aumento da epífese da falange (osso) do dedo que gera um atrito. Devido o excesso de transpiração a pele se macera e pode formar um calo mole.


 Calo Neuro-Vascular forma em geral na planta do pé, possui pequenos vasos sanguíneos e ramos nervosos entremeados na massa de queratina e fazem com que esse tipo de calo seja muito dolorido.


 Calo Dorsal dos pododáctilos É produzindo pela pele que fica sobre as articulações, para protegê-la contra o atrito com os ossos causado pela pressão de causados de forma e tamanhos inadequados. Ao contrario dos demais calos este não se forma pelo espessamento da camada córnea mas sim da camada basal (a mais profunda camada da epiderme).  Caracteriza-se por um pequeno coxim (almofada) de tecido fibroso e adiposo, que se desenvolve sobre as articulações interfalangianas, protegendo as epífises ósseas contra os calçados. Por isso seu aspecto clinico se torna irreversível mesmo após o tratamento. 


 Na maioria dos casos faz-se um desbastamento com bisturi descartável pelo podólogo, mas para o sucesso total do tratamento é preciso a colaboração do paciente que deve eliminar a causa, ou seja, o uso de calçado inadequado. 


 Nunca se deve usar por conta própria produtos ácidos sobre os calos como a aspirina, AAS, calicidas, alho, etc, nem usar instrumentos cortantes como laminas de barbear, canivete para retirar os calos. Estes métodos são nocivos, podem ferir e complicar o caso.       


Pdga Cinthia Belo


Instituto do Pé


(42) 3622-3552